domingo, 24 de fevereiro de 2013

"TURMA DO BEM": COMO OS DENTISTAS VOLUNTÁRIOS DEVOLVEM O SORRISO A CRIANÇAS E JOVENS CARENTES.


Por Célia Ribeiro

Quanto vale um sorriso, daqueles abertos, escancarados, espontâneos? Depende! Para milhões de crianças e jovens, sem acesso à saúde bucal, não há muitos motivos para sorrir. Considerados onerosos, os tratamentos odontológicos raramente são prioridade na rede pública de saúde, situação que incomodou um grupo de cirurgiões-dentistas a ponto de saírem da zona do conforto para fazerem a diferença. Atuante em 12 países, a “Turma do Bem” está presente em Marília de forma destacada: a cidade foi classificada como uma das 20 melhores iniciativas de 2.012, entre 900 municípios brasileiros avaliados.

Triagem realizada em escola pública
 O prateado característico do aparelho ortodôntico nos dentes de Emílio Augusto Colombo, 17 anos, confere um brilho especial ao sorriso que agora se abre sem cerimônia. Morador do Jardim Santa Antonieta, ele é um dos jovens beneficiários do projeto que completou 10 anos por iniciativa do fundador e presidente da “Turma do Bem”,Dr. Fábio Bibancos. Paciente “adotado” pela Dra. Ana Carolina Massaro, coordenadora da organização em Marília, Emílio recebeu o tratamento necessário e terá acompanhamento gratuito assegurado até completar 18 anos.

A “Turma do Bem” chegou a Marília em 2.009 e a cada ano amplia sua participação. Quem explica é a coordenadora que conheceu a entidade durante um congresso na Capital. De pronto, ela resolveu se inscrever como voluntária para atender gratuitamente as crianças e jovens encaminhados pelo projeto. Mas, convidada a participar de um curso de capacitação, retornou como coordenadora com a missão de difundir a iniciativa e sensibilizar outros colegas.

“É um trabalho de formiguinha”, relata a dentista que lamenta a pequena adesão dos profissionais da área. Dos mais de 500 cirurgiões-dentistas da cidade, apenas 46 integram a “Turma do Bem”. Mas, como quantidade não significa qualidade, os participantes dão um show de capacidade e envolvimento ao atingirem a marca de quase 100 crianças e jovens atendidos.
Dra. Ana Carolina, coordenadora de
Marília e "Embaixadora do Bem"

Cada dentista pode optar por quantos pacientes, na faixa de 11 a 17 anos, quer atender. Após o tratamento inicial, geralmente demorado em função da gravidade da maioria dos casos, as crianças e jovens passam a contar com atendimento gratuito até completarem 18 anos. São realmente adotados pelos profissionais.

TRIAGEM

Segundo a coordenadora, de outubro de 2009 até hoje, cerca de 900 jovens passaram pela triagem, 136 foram selecionados e quase 100 estão sendo beneficiados. Os critérios utilizados são: crianças com problemas bucais mais graves, piores condições socioeconômicas das famílias e adolescentes mais próximos de conseguirem o primeiro emprego. Neste último caso, a chamada “boa aparência”pode ser determinante para a colocação no mercado de trabalho.

No próximo dia 18 de março, acontecerá uma “mega triagem internacional”. Em 12 países da América Latina mais Portugal serão selecionados os jovens que serão encaminhados aos 14 mil cirurgiões-dentistas voluntários. Em Marília, o evento acontecerá em uma das unidades da Casa do Pequeno Cidadão que será definida nos próximos dias.
Emílio com a mãe e sua dentista: motivos para sorrir.
Ações como essa são possíveis graças aos mantenedores da “Turma do Bem”: Oral-B, Trident, Instituto EDP, Vale, Amil Dental, Dental Cremer (Brasil) e Fundações EDP e Calouste Gulbenkian (Portugal). Mas, qualquer pessoa pode contribuir com esse trabalho, fazendo parte dos “Amigos do Bem”: doando 100 reais, em parcela única, quem quiser colaborar estará adotando uma das crianças ou adolescentes atendidos.

Aorganização também pretende influenciar e mudar as políticas públicas de saúde bucal. Para tanto, procura estar próxima aos governos a fim de conseguir compromissos para ações concretas que beneficiem a faixa mais carente da população. Durante a campanha eleitoral, por exemplo, a “Turma do Bem”conseguiu o compromisso assinado por todos os candidatos a prefeito de Marília. E agora aguarda uma audiência com o prefeito eleito Vinicius Camarinha.

Vinicius Camarinha se  comprometeu por
escrito  na campanha eleitoral
 PRAZER EM SERVIR

O trabalho da “Turma do Bem” tem impactado positivamente na vida dos jovens carentes: “Meu filho fez a triagem na escola, foi encaminhado e começou o tratamento com a Dra. Ana Carolina. Mas, como ele precisava de aparelho, também foi encaminhado para a Dra Regina Aramak. A vida dele é outra coisa agora, muito mais feliz”,relatou a mãe de Emílio, dona Sandra Aparecida Gonçalves Colombo que não teria condições de custear o tratamento particular.

Além de dentistas, o projeto recebe um apoio essencial: a ROD (Radiologia OdontológicaDigital) fornece, sem qualquer custo, toda a parte de diagnóstico por imagem. “É uma colaboração que damos à área social, já que o governo não colabora”,pontuou a Dra. Luciana La Valle Pedrão, que destaca a importância do trabalho voluntário.

Já a Dra.Simone Naline G. Favinha, endodontista, afirmou sentir-se feliz por colaborarcom o projeto: “Não temos que esperar tudo do governo. Podemos usar as ferramentas que temos para melhorar a vida de alguém”. E acrescentou: “Estou oferecendo um tratamento de ponta para uma pessoa que seria muito difícil de conseguir”, já que um tratamento de canal custa em torno de 600 reais. “Vai melhorar a estética, a saúde e manter o dente. É o que eu posso fazer”,finalizou a entusiasmada voluntária.

PARA AJUDAR

Anualmente,a “Turma do Bem” avalia os trabalhos desenvolvidos em todos os municípios classificando os 50 melhores como “Embaixadores do Bem”. A coordenadora de Marília, Dra. Ana Carolina Massaro, conseguiu posicionar a cidade entre os 20 primeiros. Assim, além do título de 2012, ela viajará a Portugal e Itália, em junho, para o intercâmbio que prevê uma audiência no Vaticano: “Espero que a mudança do Papa não altere a agenda, porque o Papa Bento XVI iria nos abençoar”,disse, cheia de esperança.
"Dentistas do Bem" esperam novas adesões
 Paraconhecer mais sobre a “Turma do Bem”, integrar o grupo como dentistas voluntários ou colaborar como “Amigos do Bem”, acesse: www.turmadobem.org.br Para contatar a coordenadora Dra. Ana Carolina Massaro, escreva para: acarolmassaro@hotmail.com ou ligue:(14) 34334122.

* Reportagem publicada na edição de 24.02.2013 do Correio Mariliense 



2 comentários:

  1. como faço pra participar desse programa preciso de um tratamento especial...

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde!
    Na reportagem (no fim do texto) constam o telefone e email da coordenadora do projeto. Por favor, entre em contato com ela. Boa sorte!

    ResponderExcluir